Artigos/Matérias/Opinião

Duas tragédias, duas medidas

Perguntar não ofende: cade a comoção nacional? A mobilização ferrenha de entidades do terceiro setor, das diferentes esferas governamentais e da população? Porque não vejo campanhas de doação a cada esquina?

Porque, quando a enchente atingiu Santa Catarina em 2008, o país literalmente parou para ajudar e agora, quando TODO o norte e nordeste do Brasil está literalmente debaixo d’água, muito pouco se faz? Porque quando uma enchente atinge uma extensão territorial e uma população infinitamente maior a reação é tão tímida em comparação com o que ocorreu com SC ano passado?

Seria porque o sul é uma região econômica vista com “muito mais carinho”, pra dizer o mínimo? Está mais perto do Sudeste e o Nordeste, afinal, passa por desgraças todos os anos…seria?

Não, não. Deve ser outra coisa…

Padrão

Um comentário sobre “Duas tragédias, duas medidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam