Cervejas

Kaiser Gold

gld.jpg

Kaiser Gold

Empresa: FEMSA

Teor Alcoólico: 5,4 %

Tipo: Pilsener

Preço Médio: R$ 2,50 / long neck 355 ml

Lançada em 1995 no mercado brasileiro e recentemente escolhida como a melhor cerveja nacional premium no teste cego do jornal Estado De São Paulo/Taste Quality, com 397 pontos entre 10 concorrentes, este exemplar da Kaiser realmente se diferencia. Contudo, não a considero a melhor dentre as avaliadas.

De fato possui brilho e uma coloração dourada notável. O aroma, forte porém razoável, deixa entrever o sabor encorpado, intenso e marcante que se revela na boca, de bastante personalidade. Seu lúpulo diferenciado deixa uma boa primeira impressão, fazendo com o que amargor característico desta Gold impressione a princípio e, a medida que nos acostumamos com ele, torna-se mais macio e sofisticado. No entanto, este amargor se mostra muito acentuado, longo e permanecendo por muito tempo na boca, caracterizando uma degustação inicial interessante e uma boa qualidade do lúpulo, mas que se mostra exagerado na sensação remanescente. Além disso, sua espuma é frágil e sem corpo.

Ainda assim, para quem quer uma premium mais forte, de sabor robusto e intenso, esta edição especial da Kaiser ocupa muito bem o espaço.

Nota Final: 2,2/5

Padrão
Cervejas

Cerveja

fotolia-beer.jpg

Uma das mais antigas e tradicionais bebidas do mundo, a cerveja é, não por acaso, item imprescindível da cultura nacional. 😉

E meu líquido preferido, ao lado do vinho. Negligenciada em nosso país, pela falta de conhecimento e consumo indevido no que se refere à própria maneira de apreciar, a cerveja é, na verdade, uma bebida que merece a mesma atenção, respeito, pesquisa, conhecimento e cuidados que outras convencionalmente tidas como “mais nobres”.

Há uma infinidade de tipos de cerveja, referindo-se aos mais variados aspectos possíveis. O que nos leva à um mundo riquíssimo e bastante interessante.

A arte da cerveja

O segredo de transformar cereais em bebida vem desde os tempos dos sumérios, há mais de 4000 a.c. De lá pra cá, o mistério dessa poderosa alquimia passou por pelos babilônios, egípcios, chegou a Europa e encontrou na Alemanha o seu principal berço. Na Baviera, em 1516, foi instituído o mais antigo código de alimentos do mundo, a Lei de Pureza (Reinheitsgebot), decretado pelo Duque Guilherme IV, que determinou que apenas água, malte, lúpulo e levedura seriam os ingredientes utilizados na elaboração da cerveja e proíbe o uso de conservantes ou cereais não maltados.

Ao longo de mais de 500 anos, o mercado evoluiu muito e hoje é um forte segmento no mundo inteiro com consumidores cada vez mais exigentes.

Hoje, o promissor mercado de cervejas especiais (premium), felizmente tem um market share de 6% nas vendas totais no Brasil: o que nos garante novos tipos de cerveja no mercado e um crescente acesso a estes produtos de maior qualidade.

Tentarei aqui postar algumas cervejas disponíveis em território nacional, com brevíssimos comentários e notas sobre a degustação das mesmas, seja das mais populares seja das premium, além de outras indicações. É um enorme prazer descobrir…e fazê-lo!

Sites indicados: Cervejas Do Mundo – Histórico amplo e detalhado sobre cada aspecto da nossa querida bebida. Conta também com notícias atualizadas quase que diariamente sobre este universo.

Outros sites e blogs brasileiros interessantíssimos sobre o assunto:

Brejas – Maior ranking nacional de cervejas e também o melhor site, completíssimo, vale explorar cada seção dele.

Obiercevando – Blog bacaníssimo e nome absolutamente genial.

Cerveja Só – Ricardo Amorim

Eduardo Passarelli Recomenda – Comentários valiosos sobre várias brejas do mundo.

Humm, cerveja ano 1 e Humm, cerveja ano 2

Mestre Cervejeiro

Beer Architecture

Lojas:

Bier & Wein Importadora

Cervejas NET

Saúde! Cheers!

Padrão