Acesse o estudo completo sobre os impactos da lama da Samarco feito por pesquisadores da UFES

Até o momento entregue somente para o ICMBio, conseguimos acesso e autorização da UFES para divulgar com exclusividade o estudo “Monitoramento da influência da pluma do Rio Doce após o rompimento da Barragem de Rejeitos em Mariana/MG – Novembro de 2015: Processamento, Interpretação e Consolidação de Dados“.

Acesse aqui o relatório completo.

São 254 páginas de análise em que a equipe de 27 pesquisadores coordenados pelo Dr. Alex Cardoso Bastos, do departamento de Oceanografia da Universidade Federal do Espírito Santo, detalham os resultados alcançados após os 8 levantamentos in loco realizados no Rio Doce de novembro de 2015 a dezembro de 2016.

É o mais completo estudo já realizado sobre o impacto da lama da Samarco no Rio Doce e no Oceano Atlântico, incluindo o Banco de Abrolhos, que começa na foz do Doce (algo que poucos lembram), área de maior biodiversidade marinha do Atlântico Sul, com a mais extensa presença de recifes de coral do Brasil e o maior banco de algas calcárias do mundo.

Para ler com atenção. Em breve, no Miniver, entrevista com os pesquisadores abordando os principais pontos do estudo.

Foto: Giulio Paletta / Revista Hardcore

Maurício Angelo

Jornalista. Capixaba, mineiro por formação, mora em Brasília.

Um comentário em “Acesse o estudo completo sobre os impactos da lama da Samarco feito por pesquisadores da UFES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *