UOL Notícias / Folha de S. Paulo

O UOL Notícias, maior portal do Brasil e terceiro site mais acessado no país (atrás de Google e Facebook), tem republicado com frequência algumas matérias do Observatório da Mineração, em parceria.

Exemplos:

Em 13 anos, operações resgataram 333 em condição de escravidão em garimpos (Julho/2021)

Credores da Samarco acusam Vale e BHP de manobras para receber R$ 24 bi (Junho/2021)

Juristas pedem o afastamento imediato do juiz responsável pelo caso Samarco (Abril/2021)

MP pede afastamento do juiz responsável pelo caso do desastre em Mariana (abril 2021)

Em reunião, Bolsonaro e Funai incentivam indígenas a pedir por agronegócio (abril/2021)

Vídeos colocam imparcialidade do juiz do caso Samarco sob suspeita (Março/2021)

Também escrevi diretamente para o UOL, em julho de 2021, nesta matéria: Ações de fiscalização vazam e ajudam criminosos em garimpos ilegais

Várias reportagens para a Thomson Reuters Foundation que fiz em 2020 também foram republicadas pelo UOL e outros veículos.

O Ecoa, do UOL, publicou em 6 partes uma reportagem especial que fiz sobre o luto de povos indígenas na pandemia.

Parte 1: Como indígenas do Xingu estão reinventando o luto diante da covid-19

Parte 2: Indígenas “urbanos” ainda não foram vacinados

Parte 3: Em Mato Grosso, xavantes enfrentam covid e agronegócio

Parte 4: Yanomamis lutam na justiça pelo direito de velar seus mortos

Parte 5: Na Bahia e em SP: experiências distintas e semelhantes

Parte 6: No Amazonas, jovens do povo Tukano buscam resgatar tradição

Folha de São Paulo

A Folha de S. Paulo, maior jornal do país, em fevereiro de 2019 republicou matéria que fiz para a Repórter Brasil: Vale e governo de MG debateram alterar lei ambiental em 2014; mudança afrouxou regra – publicado online e na versão impressa para todo o Brasil de 23 de fevereiro.

Outras da RB publicadas:

UOL, 01/12/2019: Alter: Fogo foi para vender lotes que têm ‘policial por trás’, diz prefeito

UOL, 07/12/2019: Roubo de terra em área incendiada em Alter (PA) tem lotes de até R$ 100 mil