• facebook
  • tumblr
  • twitter
  • mail
  • Vale ditou regras para simplificar licenciamento ambiental em MG
Observatório da Mineração

Observatório da Mineração

O Observatório da Mineração, fundado em 2015, é o único site de jornalismo investigativo focado na cadeia da mineração, as violações socioambientais do setor, o lobby, as relações políticas e as implicações dos dois rompimentos de barragens da Vale/Samarco/BHP em Minas Gerais (2015 e 2019), considerados os maiores crimes ambientais da história do Brasil e que deixaram mais de 300 pessoas mortas e desaparecidas até o momento.

Somente em 2019 as matérias investigativas do Observatório da Mineração foram publicadas pela Folha de S.Paulo (online e impresso), Repórter Brasil, Intercept Brasil, Portal amerika21.de e KoBra – Kooperation Brasilien (em alemão), além de republicações por jornais como O Tempo. A página do Facebook, atualmente com 37 mil curtidas, alcançou mais de 10 milhões de pessoas segundo o algoritmo da rede social desde a sua criação até o momento.

Temos um contador que mostra há quantos dias o crime de Mariana está sem punição. Também faço interlocução com os diversos movimentos envolvidos com o setor mineral, como o MAB – Movimento dos Atingidos por Barragens, a Articulação Internacional dos Atingidos pela Vale, o MAM – Movimento Pela Soberania Popular na Mineração, o Comitê em Defesa dos Territórios Frente à Mineração, o  coletivo A Sirene e outros.

Leia alguns artigos publicados no site:

Vale não assume responsabilidade. Corpos são resgatados aos pedaços. Até quando a justiça será conivente?

A sirene novamente não tocou: a Vale precisa ser interditada

3 anos do maior crime ambiental da história de você precisa saber

Justiça abre brecha para livrar executivos da Samarco da responsabilidade por 19 homicídios

Mais de 1.000 dias depois, falta de punição e “novo acordo” entre Samarco/Vale/BHP e a justiça mostra que o crime compensa – e muito

Posição do Miniver ante a retomada de atividades da Samarco

Precisamos Falar Sobre os Royalties e as Metas do Plano Nacional de Mineração 2030

Sebastião Salgado, o patrocínio da Vale e a “salvação” do Rio Doce

61% das Unidades de Conservação na Amazônia Brasileira sofrem processos minerários

Em MG, 228 barragens são de alto risco, 42 não tem estabilidade garantida e, destas, 25 são da Vale

Quem é quem nas discussões do Novo Código da Mineração: saiba quanto cada político recebeu das mineradoras

De quanto deve ser a multa? A Samarco é a empresa com o quinto maior lucro líquido do Brasil

Acesse o site

Acompanhe no Facebook

Exemplo do contador utilizado diariamente:

 

Infográficos:

info_metais_lama

info_miniver_responsaveis

 

info_doacoes_vale

 

info_multa_samarco

 

Relatório dos picos de alcance de 2015 a 2017, 100% orgânico, somente nos dias assinalados:

Alcance total 100% orgânico: visão geral de 2015 a 2017

Alcance da página somente de 17 a 23 de novembro de 2015

visaogeral_miniver_23_11_15

Total de reações: mais de 2,2 milhões de “curtir” nas publicações da página